domingo, 28 de dezembro de 2008

Quem não foi, perdeu

Ao contrário do Cearense por equipes (sem comentários) a Final de Rápido em Barbalha foi inesquecível. Segundo os próprios participantes, finalmente uma final a altura (se não melhor) das finais de Quixada 2003 e Pereiro 2004. Tudo foi providenciado com muito zêlo, a atenção no translado das diversas cidades para Barbalha, a recepção na rodoviária, o trato com os jogadores, as hospedagens nos chalés, boa premiação em dinheiro, etc. Eu já tava me sentido um mestre de xadrez. Nota 10 para organização.

Quem não pôde ir paciência, fica pro ano que vem, mas quem deixou de ir não sabe o que perdeu. Pra mostrar um pouco do que foi esta final montei um pequeno video. Por favor não reparem muito porque foi feito por enxadrístas amadores (Fernando e eu :-D). Dura uns 5 minutos mas vale a pena ver até o fim.

video

Dizem que por trás de um grande homem há sempre uma grande mulher. E pude comprovar isto mais uma vez. Quem conhece Soares e sua esposa Dona Regina vai descobrir um casal fantástico. Só pra vocês terem uma pequena amostra de tudo que eu presenciei em Barbalha, estes dois saíram do chalé bem cedinho, a pé, subindo e descendo uma escadaria de mais de 80 degraus (ver vídeo) e debaixo de muita chuva só pra providenciar o café da manhã dos enxadístas. E fazendo tudo isso sem reclamar e com um largo sorriso no rosto. Eu tinha deixado tudim com fome :-D até a chuva passar.





Feliz ano novo a todos!!!

5 comentários:

  1. Marcius o video ficou espetacular. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. Legal que o torneio foi bom. Agora o ideal teria sido divulgar a premiação com antecedência, daí o Iung, Leone, Lucena e outros poderiam ter se planejado e ido jogar. Parabéns aos Barbalhenses. Que o sucesso se repita.

    ResponderExcluir
  3. Caro anônimo, valeu pelo comentári, mas não tem o que se "planejar" não. Todas as despesas com transporte, hospedagem e alimentacao dos jogadores e organizadores são bancadas pelo patrocinador da Cidade sede.

    O foco da final de rápido é em promover o xadrez pelo estado (a cada ano se faz em uma cidade diferente) e proporcionar aos melhores enxadrístas do ano um torneio especial onde ele se preocupe apenas em jogar xadrez sem nenhuma preocupação com despesas.

    Leone e Lucena infelizmente não se classificaram para a final. O Iung tava na final mas não sei o porque dele não querer ir.

    Quanto a premiação, devido as despesas que falei a pouco, nem sempre se tem o suficiente para cobrir tudo incluindo prêmio em dinheiro (já propus uma espécie de bolsa de prêmio que se acumularia a cada torneio...).

    Mas este ano foi perfeito, pois ainda tinha premiação de R$1.000!
    Gostaram tanto que Barbalha já se interessou em sediar 2009 também.

    Um abraço e continue participando...

    ResponderExcluir
  4. Errata.
    Onde tem "finais de Quixada 2003 e Pereiro 2004."

    Leia-se "finais de Quixada 2002 e Pereiro 2003."

    ResponderExcluir
  5. hehehe valeu Igor. O cara sabe mais que quem organizou os dois eventos, hehehehehe. Deve ter sido porque ele foi o campeão de 2003 em Pereiro :-D

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...