quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Final Cearense Feminino por Antônio Bezerra

PARA O CAPIVARANDO E PERUANDO

O Centro Enxadrístico do Farias Brito foi palco de um dos mais belos eventos do xadrez cearense dos últimos anos. Não estou falando somente pelo fato de haver sido a Final do Cearense de Xadrez Feminino, também por isso, mas em função das nuances que o envolveram. O crescimento da qualidade dos jogos foi sensível, partidas emocionantes (com elementos de tática e estratégia na sua maior parte bem delineados), partidas pendulares (ganham as brancas, ganham as negras, ai meu Deus... ainda bem que deu empate), professores e/ou treinadores apreensivos (Marcondes, Aloísio e Mateus Cavalcante, ou era o Marcos, me confundo sempre), mães-torcedoras aflitas, comentaristas abalizados (Marcius e Antonio Inácio) e desnorteados (eu), arbitragem segura do Moézio (sem dúvida a presença mais feia na sala de jogos). Do lado das autoridades a presença do VP da AEEC – Presidente Ari Maia (tenho que tratar conforme as normas de etiqueta: observem que ninguém se refere ao José Sarney como Senador. Quem foi rei não perde a majestade.), do Presidente da FCX – Fernando Lessa (embalado numa camisa do Flamengo só com uma estrela de campeão. É a nova!. Ari você como torcedor do Flamengo não permita tal infâmia.) e do seríssimo Professor Vicente Francimar Oliveira, grande mentor do evento. No final, o embate esperado: Janete Mateus X Vanessa Ketlin, experiência versus vibração, empate no tabuleiro e título decidido nos critérios de desempate. Deu Janete, mas a Vanessa ta aí! A Chica Rejane, a Miriene e a Amanda, pegaram medalhas também. As demais, com maior empenho e dedicação, farão melhor ainda.

Antonio Bezerra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...