quinta-feira, 12 de abril de 2012

Guerra ao Terror 2 : Uma idéia absurda?


Infelizmente a CBX recuou na obrigatoriedade dos critérios de desempates. Embora eu seja contra o número de vitórias como principal critério, achei mais absurdo ainda esse recuo.

Bom, depois de tudo isso, pelo menos agora temos mais duas certezas: A primeira, é que o número de vitórias não é adequado para valorizar a vitória (parece contraditório né?), pelo menos para sistemas Suiço de emparceiramento. A segunda certeza é que algo precisa ser feito contra os empates de salão. Para o bem do nosso esporte.

As outras certezas tiradas da prática são : o "sorteio" é imcompatível (ver aqui) com o nosso esporte, o progressivo é o ideal para o suiço, mas como tudo que é ideal é um sonho. E por fim, cada vez mais o "miléssimos totais" se mostra o mais perfeito. Mas não impede os empates de salão.

Não conhecia a "Regra de Sofia" e fui pesquisar. Mas pelo que vi, também não resolve. Esse negócio de ficar limitando quantidade de lances, deixar pro árbitro decidir, e coisas do tipo, ao meu ver, não funcionam. Pois nós jogadores simplesmente empataremos repetindo três vezes a posição ou com xeque perpétuo e pronto (ver aqui).(ao meu ver este é o verdadeiro problema).

Entretanto, nessa pesquisa eu vi o seguinte : "tal acordo não pode ser alcançado em outros esportes como o boxe".E me veio o seguinte pensamento: Nos esportes de luta (box, judô e até UFC!!), onde a oferta de empate não existe, o que acontece quando os dois lutadores estão "travados"? O juiz simplesmente pára a luta, separa os lutadores e a luta recomeça. E eis a minha idéia absurda(!?): Retira a regra de oferta de empate, e sempre que a partida travar (repetição de posição ou perpétuo) a partida recomeça do zero (posição inicial) com o tempo restante.

5 comentários:

  1. realmente um absurdo,seria mais interessante a inversão de cores

    ResponderExcluir
  2. KKKKKKK, ou pode colocar o sistema, 0.55 para empates de negras e 0.45 pra empates de brancas.

    ResponderExcluir
  3. LEGAL AS PROPOSTAS ATÉ A IDEIA DE DEJA VU

    ResponderExcluir
  4. Na história do xadrez, antes mesmo da existência das disputas de pelos títulos mundiais. Os torneios eram jogados todos contra todos onde não existia empate, nem havia ainda a ideia de divisão do ponto.

    Caso a partida terminasse empatada, eles iniciavam uma nova partida. O problema disso é que determinadas rodadas demoravam muito mais do que o previsto.

    Depois eles tiveram a ideia de dividir o ponto com o empate, para evitar o inconveniente "estrago" de tempo(Já que os jogadores vinham de outras partes do mundo, tinham compromissos, etc).

    Memorável foi a Final do Cearense Estudantil 2002 Igor Palácio X Americo Rubim... com uma sequencia de desempates de 2 partidas 5min que nunca acabou, e por isso ninguém nunca foi premiado.

    No desempate foi 1-1 1-1, 1-1, 1-1... e 1-1 e 1-1... e 1-1...
    Até o organizador(Marcius Brandão) se irritar e ir embora...

    ResponderExcluir
  5. Hehehehe, foi comédia!!! :D
    Só que desta vez é "com o tempo restante"!
    E não começar outra partida do zero!
    Zerar os relógios é que foi o erro!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...