domingo, 7 de outubro de 2012

Tira-Teima: Natanael e Dawton Lemos


No tira-teima anterior, vimos como um peão passado pode decidir uma partida mesmo quando a quantidade de peões para ambos é igual. Entretanto, no caso anterior só foi possível a vitória porque o peão passado era DISTANTE. No recente Campeonato Caririense, o campeão brasileiro U14 Dawton Lemos passou por uma experiência onde mesmo com um peão a mais e passado, não foi possível vencer, simplesmente porque o mesmo não era distante.
Nestes casos o que vale é a Oposição. Pra que não sabe ainda como funciona o posição pode ver aqui neste post de um dos minicursos aqui do blog. O próprio Dawton mostra como se empata nestes casos :  
1.... h6
A idéia é procurar contra-jogo, e chamando o adversário ao erro. Mas, nessa posição não existe forma de ganho se os dois jogadores jogarem corretamente, porque não existe invasão das negras por causa da oposição, como veremos mais adiante.
2.Rc3
se 2.gxh6? Rh7 3.Rc3 Rxh6 e as negras vencem.
hxg5 3.hxg5 Rf7 4.Rd3 e5
Novamente as negras tentam chamar as brancas ao erro, nessa posição 5.Rd4? Re6!-+ perde imediatamente por perder a oposição e permitir a invasão do rei negro via f5.
5.Re3! Empate
Os dois jogadores podem fazer a chamada triangulação ou seja, perder um tempo, o único erro seria se as brancas jogasse Re4.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...